O histórico de desaparecimento e exploração sexual de crianças nas cidades que sediaram as últimas Copas do Mundo somado ao histórico brasileiro de alto índice de exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo em outras épocas, como no Carnaval, são os principais motivos que nos levaram a agir.

Dois grandes eventos esportivos acontecem no Brasil em um intervalo pequeno de tempo. Segundo o Ministério do Turismo, durante a Copa 2014, o Brasil recebeu 700 mil turistas estrangeiros, além dos mais de 3 milhões de brasileiros em trânsito. Para as Olimpíadas, em 2016, a previsão é de 1 milhão de turistas vindos do exterior.

Junto com estes eventos, uma parcela vulnerável da sociedade, que são as crianças e os adolescentes, sofre com o aumento das violações de seus direitos. Nesta época intensifica a entrada e saída de pessoas em nosso país. Algumas delas entram com más intenções, outras saem, contra sua vontade.

A pesquisa “Exploração de Crianças e Adolescentes e a Copa do Mundo: uma análise dos riscos e das intervenções de proteção”, realizada pela da Brunel University London, traduzida pela Childhood Brasil, relatam alguns fatores que aumentam os riscos.

Fatores de risco segundo a pesquisa inglesa:

  • Ritmo acelerado de construções, com a chegada de um contingente alto de homens separados de suas famílias, o que pode estimular a exploração sexual;
  • Alta demanda de trabalhos temporários;
  • Migração de trabalhadores homens para obras de infraestrutura: construções, reformas, ampliações etc.
  • Deslocamento de crianças dos seus lares para locais temporários e desconhecidos;
  • Extensão das férias escolares ou suspensão de dias letivos – por conta dos jogos – sem supervisão ou programação especial.
  • Coerção sobre crianças para atividades ilegais, como venda de drogas e roubo;
  • Níveis elevados de abuso sexual e físico por conta do aumento de atividades festivas;
  • Efeitos negativos na saúde física e mental das crianças, causados por doenças contagiosas, caso sejam abusadas ou forçadas a usar drogas.

Saiba mais:

Pesquisa Exploração de crianças e adolescentes e a Copa do Mundo: uma análise dos riscos e das intervenções de proteção. Julho de 2013 [traduzido em outubro de 2013]

Impactos econômicos da realização da Copa 2014 no Brasil. Ministério do Esporte. Brasília, 31 de março de 2010.

* Com informações da Childhood Brasil

Dicas para cobertura
Abuso e exploração sexual infantil / Direitos da infância / Trabalho infantil
Agência Nacional dos Direitos da Infância ANDI