Ações anuais:

Rio de Janeiro (RJ)

Palco dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016, o Rio de Janeiro é a cidade brasileira que mais recebe turistas internos e externos. Segundo dados da SEDH/PR, foi a terceira cidade com maior número de denúncias de ESCA durante a Copa. O objetivo principal do Bola na Rede no Rio de Janeiro é sensibilizar, mobilizar e articular a igreja e a sociedade civil para uma cultura de enfrentamento à ESCA através da:

  • mobilização de voluntários;
  • capacitação da igreja e de organizações;
  • sensibilização de turistas em geral;
  • promoção de espaços seguros para crianças em igrejas e organizações.

Fortaleza (CE)

A cidade é reconhecida internacionalmente como tendo os maiores índices de exploração sexual de crianças e adolescentes. Segundo a ONG Ecpat, são 74 locais de incidência e 33 locais de vulnerabilidade, com destaque para Barra do Ceará e Praia de Iracema. O objetivo principal do Bola na Rede em Fortaleza é executar um Projeto Piloto de Intervenção (PPI) que vai:

  • mobilizar as igrejas e organizações da cidade para o trabalho em rede;
  • interromper uma situação de exploração sexual em curso;
  • resgatar as crianças e adolescentes da situação de exploração;
  • ser sistematizado e multiplicado em outras cidades do Brasil.

Região norte e igrejas e organizações em geral

Política de Proteção de Crianças e Adolescentes (PPCA):

  • para igrejas;
  • para organizações;
[saiba mais em breve]