A Campanha Bola na Rede está a todo vapor! A um ano das Olimpíadas, realizamos no Rio de Janeiro dois dias intensos de treinamento sobre “Um trato pelos bons tratos”, com a participação da consultora do Claves do Uruguai, Luciana Noya.

claves-RJ-julho (5)Para o pastor Benjamim César, nosso articulador local, “vivemos mais um bom presente de Deus, gerando certa expectativa de que podemos participar na construção por um novo modo de tratar as crianças e adolescentes em nossa cidade”. Assista aqui ao depoimento em vídeo.

Colocando em prática

– Nossos educadores capacitados realizaram uma oficina com adolescentes na Comunidade Evangélica Jesus Vive (foto) e outra já está marcada para dia 29, no Instituto Central do Povo. Divulgue e confirme presença aqui.

oficina-BT-Teia-20julho1– A Marilena Nascimento, do ESE (Educandário Santo Expedito), unidade do DEGASE, localizada em Bangu/RJ, fez a oficina e já aplicou a técnica da Teia de Aranha/Mãos aos Bons Tratos – Adolescentes Educando, em que os participantes foram levados a pensar sobre o que é um Bom Trato com crianças e adolescentes em qualquer lugar, seja dentro ou fora do ESE, e qual a responsabilidade deles em tratar bem outros adolescentes e crianças.

pepebnr1– Em Fortaleza (CE) também participamos de uma oficina com o Claves Uruguai, realizada em parceria com a Diaconia, Visão Mundial e outros parceiros. Queremos ficar cada vez mais fortes e preparados para defendermos nossas crianças e adolescentes.

Nossa articuladora local, Jailma Rodrigues, falou em um treinamento para educadores e educadoras do Pepe Network, no Ceará, sobre defesa de direitos de crianças e adolescentes (foto).

Fruto temporão

Dr EduardoEduardo Coelho Barbalho (foto), médico perito do IML e professor de Jovens na da Escola Bíblica Dominical da Igreja Batista de Henrique Jorge, participou em umas das ações do BNR e decidiu fazer mais:

Trabalho há dois anos como médico perito do IML e atendo inúmeras crianças e adolescentes que sofreram abuso e/ou exploração sexual. Nunca me envolvi com a questão, apesar de sofrer com o sofrimento delas. Fui desafiado por Jailma, que é minha amiga, a levar minha classe de EBD para caminhada do 18 de maio. Na semana que antecedeu a caminhada, já envolvido com o tema, Deus me despertou para fazer algo mais pelas crianças que atendo. Estou fazendo uma campanha para arrecadar brinquedos para dar a elas. É pouco, mas é o que de mais imediato posso fazer.

Ore pelo Bola na Rede

  • Nós agradecemos a Deus pelas oportunidades de participar e de oferecer capacitação a educadores e adolescentes. Nosso desejo é ter uma igreja cada vez mais forte e preparada para enfrentar a exploração sexual de crianças e adolescentes.
  • Ore pela equipe do Rio de Janeiro, pelas parcerias, pela participação no Comitê Olímpico e pela definição das ações a serem desenvolvidas durante as Olimpíadas.
  • Interceda pela equipe de Fortaleza, pois têm o desafio de escrever e estruturar um projeto de intervenção em uma situação real de exploração sexual juvenil, que será colocado em prática em 2016.

Tábata Mori
Assessora de Comunicação da Campanha Bola na Rede
www.bolanarede.org.br

Publicado originalmente em renar.org.br