POA11Nós do Bola na Rede, poder público e igreja trabalhamos juntos em Porto Alegre (RS), uma das 12 cidades-sede do Mundial de Futebol.

A equipe Bola na Rede foi convidada pela Coordenação Executiva de Políticas Públicas para a Criança e o Adolescente e pelo Comitê Municipal de Enfrentamento à Violência e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes (EVESCA), da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, para participar dos serviços de proteção às crianças e adolescentes na cidade. A equipe recebeu m treinamento específico do Grupo de Apoio a Megaeventos (GAME), realizado por voluntários do Uruguai, Argentina, Chile e Peru.

Não é à toa que a cidade recebeu  do presidente da FIFA, Joseph Blatter, uma medalha em reconhecimento pelo sucesso do papel da capital gaúcha na organização do evento, em especial pela iniciativa do Caminho do Gol.

POA19A parceria com o poder público abriu portas para que ocupássemos espaços “turísticos”, como aeroporto, locais de evento e até a segunda de cinco Estações do Caminho do Gol (que vai do centro da cidade, passa pelo Mercado Público e vai até o Estádio Beira Rio), pela qual nossa equipe ficou responsável, especialmente nos dias de jogos em Porto Alegre. Como trabalhávamos ao lado da Polícia Civil e da equipe de saúde, pudemos usar o container da estação, que virou nosso QG, e ainda recebíamos sempre o apoio do fiscal.

Aproveitamos para exibir cartazes em várias línguas e mobilizar alguns voluntários para conversar com os turistas, que sempre aderiam à campanha e nos parabenizavam pelo trabalho. Inclusive, alguns rádio e telejornalistas nos entrevistaram, tamanha era a aceitação do tema.

Além do Bola na Rede, JOCUM, Projeto Amor, ATOS e outros movimentos cristãos fizeram parte desta grande rede de proteção à criança e enquanto promoviam a campanha “Não desvie o olhar”, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, tinham a oportunidades de evangelizar e distribuir Bíblias.

POA21Além do poder público, a Igreja Brasa Zona Norte disponibilizou um ônibus e motoristas para nos levar até o local. Sem esta ajuda não teríamos conseguido acessar o local com todo o nosso material. Adolescentes e famílias das igrejas passavam o dia com a gente na ação. Além de outros grupos de evangelismo que também vestiam nossa camisa.

No penúltimo jogo em Porto Alegre, o Fiscal da FIFA nos informou que o Coordenador da FIFA de Porto Alegre (RS) queria suspender nosso trabalho. Mas, o coordenador de nossa Estação explicou sobre a relevância do nosso trabalho, a pacificação do movimento,  a reação positiva de turistas e moradores. Dessa forma, este pequeno conflito não chegou alterar nossa rotina.

Fico muito estimulada pelo exemplo de cada equipe BNR em sua cidade. As dificuldades fazem parte e estamos na contra mão da história. Até a FIFA foi surpreendida! Mas este solo é do Senhor e Ele continuará conduzindo cada equipe BNR em suas ações e abrirá  caminhos nos lugares necessários.

Creio que esta Campanha deve ser estendida não só aqui no Brasil, mas especialmente aos países onde acontecerão megaeventos, pois já tem conquistado um espaço, uma identidade, entre outros países!

Um grande abraço, no amor e na alegria do Senhor Jesus,

 

Sandra Penno, articuladora Bola na Rede em Porto Alegre (RS)